_ods-16.jpeg
_ods-17.jpeg

Conformidade

A corrupção é uma realidade entre Governos, empresas, cidadãos, onde seus efeitos são diariamente visíveis, desde a ferir a dignidade da pessoa humana à perda de credibilidade, reputação para créditos e investimentos, além de comprometer a finalidade, melhor execução de políticas públicas, agendas privadas de responsabilidade social - legítima e efetiva.

 

Por outro lado, as vantagens auferidas de forma indevida repercutem em concorrência desleal e impactam a vida empresarial, sejam por preços superfaturados ou restrição de oportunidades de negócios.


A Plastifama combate com esforço conjunto de seus colaboradores e parceiros a corrupção, suborno, propina, lavagem de dinheiro e terrorismo.


A Lei 12.846/13 e em sua regulamentação com o Decreto 8.420/15 , oferecem diretrizes para a implementação de políticas e programas de compliance no Brasil, responsabilização por atos lesivos contra o setor público e orienta o setor privado. Conduz sua estratégia de prevenção à corrupção com base clara em sanções e punições.


Um Programa de Compliance e Integridade é constituído de um conjunto de medidas preventivas de riscos à corrupção. Ações de compliance (estar em conformidade) alcançam avanço quando encontram a integridade – sendo compreendida por processos e relações de ética e transparência, com rigor da comunicação e dos processos de avaliação e monitoramento.  


Por outro lado, a Integridade avança quando observa e inclui uma Governança ESG – baseada na prevenção à corrupção e vantagens indevidas que lesem o meio ambiente, a sociedade e economias conscientes e responsáveis. Assim, a Plastifama adota um Programa de Compliance e Integridade alinhado ao Compliance ESG e Sustentabilidade.